13.ª reunião de cúpula do G20

Quando Woodrow Wilson pôs os pés na Europa com o objetivo de pôr um ponto final na questão da punição Alemã pela primeira guerra o mundo conhecia mais uma vez a velha maneira de personagens externos decidirem os rumos do mundo, cisão de economias e destino de países, conhecemos também a vulnerabilidade das questões nacionais frente a qualquer problema, o que, não obstante impôs custosas multas a Alemanha e o final sabemos bem.

Frente ao fenômeno opressivo do globalismo atenta-se que as liderança, antes respeitadas e equilibradas mundialmente perderam seu apreço, a criação de blocos favorecendo o imperialismo de grandes potências sufocaram qualquer liderança de um líder, seja nacionalista ou simpatizante, as mataram logo no berço, os grandes blocos que antes diziam ditar a ‘’boa ordem’’ das coisas no mundo geraram milhares de refugiados, jogando o mundo em uma crise global, a quem interessa a crise de refugiados?  E por que os países emergentes pagam essa conta?

Não me refiro aos países explorados pelas potências no passado e que agora se veem pobres e sem expectativa, a eles eu apenas entrego minha compaixão, me refiro a violência atual despejada pelas grandes potências, o sufocamento de lideranças, a quem o bloco globalista favoreceu esse tempo todo? E de quem eles cobram compaixão, seja pelos sem abrigo, seja pelas árvores que nunca respeitaram? Cobram dos líderes que eles mesmos sufocam e condenam, a quem isso interessa?

Não devemos nos iludir, porém, não há qualquer interesse benéfico, seja humanitário ou ambiental, a eles apenas resta a fome de exploração que nunca saciaram, saquearam suas colônias, forçaram seus idiomas, e agora brincam de voluntários, voluntários a quem?

Plínio Salgado nos deixa como mensagem, ‘’A paz de consciência será conseguida pelo cumprimento dos deveres a que o homem se obriga pela sua racionalidade e seu destino’’, fecho com preocupação esse texto, mas acima de tudo fecho convicto de que estou sempre do lado certo, e todos aqui estamos.

por Leonardo Silva

Deixe uma resposta