Colagem de cartazes realiza pelo núcleo Cearense da Frente Integralista Brasileira em Junho de 2019

Marcus Vinícius Marinho

Você viu a destruição de nossa indústria nacional, nossa soberania, nossos valores morais e nossa Fé quando a esquerda esteve no poder.

Você viu esperança na direita, que dizia ser “patriota e cristã”, mas acabou sendo a mesma coisa que a esquerda na prática.

Você está de saco cheio da velha política, muito provavelmente. Então venha conhecer o Integralismo!

Por que ser Integralista? 

O Integralismo é uma doutrina Nacionalista de princípios cristãos amplamente baseada na Doutrina Social da Igreja, no Tomismo e em grandes pensadores nacionalistas brasileiros do século XIX e do início do século XX. Ele vê de uma perspectiva espiritualista o mundo, considerando a destruição da família, a falta de devoção a Deus e a falta de amor à Pátria as principais causas da degradação de Nossa Sociedade.

O que faz nossos ideais serem superiores às falsidades da esquerda e da direita é justamente o fato de que nós não temos a igualdade econômica como um fim como os socialistas, nem nos colocamos presos ao racionalismo das lógicas de mercado criadas pelos liberais (ambos adeptos de ideologias limitadas ao materialismo). Nós colocamos a dignidade humana, os valores morais e espirituais e a família como a base de toda a sociedade.

Somos contra a tirania do Estado Totalitário e da ditadura, somos contra a democracia-liberal porque justamente acreditamos na democracia verdadeira, baseada nos princípios de São Tomás e chamada por Plínio Salgado democracia orgânica.

Somos contra o racismo e o supremacismo da ideologia nazista, pois além de ser uma ideologia alheia à realidade brasileira, é desumana, tirânica e anticristã. 

Queremos o Estado forte e a nação soberana mas com a economia descentralizada, pois não queremos que nem as lógicas de mercado esmaguem a sociedade e nem a tirania de Estado destrua a propriedade privada.

Defendemos a propriedade privada em seu fim social, ou seja, queremos que todos possuam ter terras para plantar ou morar, sem concentração de propriedade inutilizada.

Anauê!

Deus, Pátria, Família!

Deixe uma resposta