Câmara Cascudo

Segue bela poesia patriótica de Luís da Câmara Cascudo, maior folclorista do Brasil (embora não se julgasse um folclorista, considerando Gustavo Barroso – seu grande amigo e companheiro de militância na Ação Integralista Brasileira – o “mestre incontestável do folclore brasileiro”), além de um dos mais brilhantes poetas, jornalistas, etnólogos, sociólogos, historiadores e ensaístas jamais nascidos neste País.

Salve Pátria !

Mãe de heroísmos, vida, força, esplendor, esperança nossa, salve ! A vós bradamos, os humildes soldados de vossa grandeza, e a vós suspiramos, gemendo e sonhando nesta hora de combate. Ela, pois, advogada do nosso passado, a nós volvei, perpetuamente, os exemplos dos nossos mortos e depois da batalha, conservai-nos puros ante vossa presença augusta.

Bendito seja o fruto da vossa história. Oh nobre ! Oh altiva ! Oh sempre gloriosa Pátria, mantem-nos fiéis ao espírito e à Terra do Brasil, para que possamos viver em vosso serviço e morrer defendendo as cores sagradas de vossa BANDEIRA IMORTAL !

(Publicada na Revista “Anauê” em agosto de 1935)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here